ConcursosAbertos.com.br
21/02/2019 16h22 - Atualizado em 23/02/2019 11h47

Banco Central

Sem concurso em validade, déficit de pessoal cresce cada vez

A seleção será para os cargos de analista e procurador, ambos de nível superior.

O Banco Central lida com a dura realidade de um déficit de pessoal amplo e que vem crescendo. Dados de setembro de 2018 garantem que o número de cargos sem preenchimento é de 2.688. Estima-se que no próximo balanço o número seja ainda maior. 2.169 dessas vagas são de analistas, vaga que exige nível superior.

Dica: Estudar com antecedência aumenta em 50% a chance de ser aprovado.

Foi discutido no final de janeiro por Onyx Lorenzoni, ministro da Casa Civil, a independência do Bacen, considerada uma das metas do governo de Jair Bolsonaro. Caso a proposta se concretiza, o banco não precisaria mais de uma autorização do Ministério da Economia para conseguir um novo concurso.

Fontes do jornal "Valor Econômico" informam que o executivo deve propor a independência do Banco Central em março, pauta que deverá ser votada no Congresso Nacional. A renovação de deputados e senadores pode tornar a aprovação do projeto possível. Rodrigo Maia, recentemente reeleito a presidência da Câmara dos Deputados também já demonstrou ser favorável a ideia.

A autonomia do Bacen contemplaria os âmbitos operacional, administrativo e orçamentário. O primeiro âmbito deixaria o órgão livre para executar medidas para atingir objetivos como metas de inflação. As outras duas autonomias seriam essenciais para abertura de concursos públicos sem precisar do aval do governo.

A proposta para independência da instituição necessita, além da aprovação no Congresso Nacional, da sanção do Presidente da República, Jair Bolsonaro. Paulo Guedes, ministro da fazenda e braço direito do presidente, se mostra favorável ao projeto, o que indica que Bolsonaro sancionará a medida.

Até que seja concedida autonomia ao Banco Central, o órgão tenta amenizar seu déficit e conta com pedido de concurso em tramitação no Ministério da Economia. A solicitação é para o preenchimento de 230 vagas.

Feito em maio de 2018, o pedido propõe ofertar 200 vagas para analista e 30 para procurador. Ambas exigem ensino superior, para analista em qualquer área, e para procurador, em Direito, além de inscrição na OAB e comprovação de, no mínimo, dois anos de prática forense.

As remunerações são de R$17.391,64 para o cargo de analista e de R$19.665,67 para procurador. Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$458.

O dia da inscrição será informado no site www.concursosabertos.com.br.  Acesse o site diariamente para não perder o prazo da inscrição.

Prepare-se com antecedência para a prova. Solicite seu Material Didático em DVD. Pague quando entregar por R$ 49,90. Será aceita a devolução em até 7 dias do recebimento.

Solicite seu DVD no formulário abaixo:

Nome Completo:
Cep:
Endereço:
N° da Residência:
Bairro:
Cidade:
Estado:
E-mail:

Correios Correios
Nível Médio = R$ 2.885,37

O correios costuma abrir concurso de surpresa. Portanto, é preciso que os interessados já comecem a se preparar.

O último concurso ocorreu em 2011 trazendo vagas em diversas áreas.

O cargo de carteiro exige nível médio e tem salário inicial de R$ 2.885,37.

O Cargo de Atendente Comercial e Operador de Triagem e Transbordo tem salário de R$ 2.348,87 (Nível Médio).

As disciplinas cobradas no último concurso foram matemática, português e informática.

As inscrições para o concurso dos Correios ainda não foram abertas, mas até lá vamos atualizando todas as informações.

Prepare-se com antecedência para a prova. Solicite seu Material Didático em DVD. Pague quando entregar por R$ 49,90. Será aceita a devolução em até 7 dias do recebimento.

Solicite seu DVD no formulário abaixo:

Nome Completo:
Cep:
Endereço:
N° da Residência:
Bairro:
Cidade:
Estado:
E-mail:

CONTINUE LENDO...
Digite seu e-mail para continuar lendo esta notícia:

* E-mail:   
Copie esta notícia e cole em seu site ou blog, citando a fonte:
https://www.concursosabertos.com.br

Vídeo-Aula de Português - Para Concursos, Vestibulares e ENEM