ConcursosAbertos.com.br
21/02/2018 18h19 - Atualizado em 22/02/2018 09h11

INSS

Escassez de servidores promove precariedade de agências

Foi encaminhado pedido para 7.580 vagas destinadas aos cargos de técnico do seguro social (nível médio e ganhos de R$5.344,87), analista e perito médico.

Tenha acesso ao material de estudo!

Sem um Processo Seletivo aberto e a convocação dos excedentes do Concurso de 2015, o Instituto Nacional do Seguro Social não pode dar prosseguimento ao Projeto de Expansão das Agências da Previdência.

O aviso é do presidente do INSS, Francisco Lopes, que revelou em entrevista à TV Anasps na última data (2). O titular do Instituto tem a preocupação com a escassez de servidores.

"Existe um projeto para abrir novas agências do INSS. Este está suspenso por falta de servidores. A ideia é inaugurar somente as agências que estão prontas", argumentou, ilustrando que um dos principais obstáculos da sua gestão será a grave necessidade de profissionais.

"A falta de servidores é um deles (desafios), mas este não é um problema exclusivo do INSS. O serviço público como um todo está passando hoje por um problema de falta de pessoal. Não é que haja poucas pessoas. É que muitas estão prontas para se aposentar. E na saída da força de trabalho, está muito difícil de colocar uma nova. Temos então que colocar a tecnologia para suprir esse vácuo que vai acontecer nos próximos dez anos", relatou.

As estatísticas anteriores realizadas pelo INSS trazem reforço das declarações do presidente, em nota técnica ao Planejamento, como justificativa da necessidade do aval do Processo Seletivo. Conforme o Instituto, quase 5 mil profissionais já possuem condições para recebimento de aposentadorias, sendo 4.600 técnicos. Em 2017, o INSS foi o segundo órgão com mais aposentados no serviço público. No geral, a média é de 1.800 saídas registradas. Entretanto, foram contratados somente 950 profissionais.

Apesar desses problemas, o presidente do INSS mencionou que o objetivo da sua gestão será o cidadão. Sobre o aval de um novo seletivo, Lopes mantém discussões com o Planejamento. O INSS almeja a convocação de excedentes do seletivo de 2015 e um novo Concurso. A pasta, por sua vez, avalia os pedidos e já obteve manifestação de que reservará o orçamento de novos Concursos para órgãos estratégicos do governo, considerando as prioridades mencionadas.

"Acredito que a falta de orçamento é um ponto sensível, mas temos que fazer o melhor com o que temos. O foco da minha gestão é no cidadão. Nós trabalhamos para o cidadão. Precisamos dar o atendimento melhor a quem vai procurar o INSS no 135 (Central de Atendimento) e na APS (agência da Previdência). Esse é o nosso foco. Fazer com que o cidadão fique menos insatisfeito do que está hoje", reforçou.

O presidente já havia revelado que, sem a abertura do seletivo e a convocação dos excedentes, temia dificuldades no atendimento dos segurados. O que pode melhorar a situação do INSS é que, de acordo com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, este ano os seletivos acontecerão novamente. Enquanto não há o aval, os segurados continuam em prejuízos com um atendimento lento.

O INSS promoveu o encaminhamento, ao Ministério do Planejamento, de requisito para 16.548 oportunidades, das quais, no mínimo, 7.580 são para o processo seletivo do INSS 2018.

O dia da inscrição será informado no site www.concursosabertos.com.br.  Acesse o site diariamente para não perder o prazo da inscrição.

Nossa equipe de professores desenvolveu um CD-ROM contendo apostilas digitais e audioaulas para concursos públicos. O interessante é que você só pagará após recebê-lo pelos correios. Por R$ 49,90. A devolução será aceita até 7 dias do recebimento. Faça seu pedido no formulário abaixo:

Solicite seu CD-ROM no formulário abaixo:

Nome Completo:
Cep:
Endereço:
N° da Residência:
Bairro:
Cidade:
Estado:
E-mail:

Copie esta notícia e cole em seu site ou blog, citando a fonte:
https://www.concursosabertos.com.br

Trabalhe conosco = Nível Médio = R$ 3.300,00

Vídeo-Aula de Português - Para Concursos, Vestibulares e ENEM